Seu desejo é ser aprovado?

segunda-feira, 14 de março de 2011


Mas esmurro o meu corpo e faço dele meu escravo, para que, depois de ter pregado aos outros, eu mesmo não venha a ser reprovado. 1 Coríntios 9.27

Nesta passagem Paulo estava falando sobre a batalha que existe em nós. Já escrevi sobre essa batalha que temos contra a nossa carne ( A guerra existe ). Mas hoje vou falar um pouco sobre essa luta, mais de uma ótica diferente, quero escrever para as pessoas que assim como eu, já estão no evangelho a anos (ou não - tempo não é sinônimo de crescimento), e que amam ajudar, orientar, cuidar de pessoas, ou seja, pessoas que tem o chamado para a liderança. Quando digo liderança, não estou falando da liderança de "cargo", mas da liderança que você exerce as vezes até mesmo sem perceber, para explicar melhor, sabe que tipo de liderança estou falando? A liderança que influencia pessoas a terem comportamentos diferentes e se juntam a você para juntos seguir Cristo. Essa é a verdadeira liderança, quando você consegue sem esforço influenciar pessoas, por aquilo que Deus faz em você. Claro, que tudo somente para a Glória dele, tudo é para ele, e por ele! 
Todos nós temos muitas atividades, seja na igreja, em casa ou trabalho, todos nós temos coisas a fazer e estamos sempre tentando ajustar um tempinho para nos dedicar a alguém que está passando por um problema. Afinal, esse é o nosso papel como lideres, orientar pessoas, sempre a luz das escrituras. Estamos sempre pregando para alguém, seja no púlpito ou em particular em conversa, mostrando o que a bíblia nos orienta. É um correria as vezes, eu sei! Mas, vamos parar por um instante de analisar nossas atividades e vamos pensar em nossa vida espiritual, vamos pensar naquilo que Deus quer de nós.    
Costumo fazer analises da minha vida cristã, pode para você parecer loucura, mas a bíblia nos orienta a tal pratica. Quando você faz isso, dar liberdade para o Espírito Santo possa falar com você naquilo que tem desagradado a Deus ou para que ele possa te orientar a deixar alguma prática (que não seja pecaminosa), aprendi que existe coisa que não é pecado biblicamente falando, mas que simplesmente Deus não quer que você faça, ele vê além de nós e sabe muito bem, o motivo de cada coisa, cabe a nós apenas confiar e obedecer. Já mudei muitas coisas em mim, por descobrir que estava muito errada, muitas vezes estamos errados sem saber, achamos que estamos fazendo o certo, mas percebemos que estamos enganados totalmente. Você já parou para fazer essa auto-analise? Recomendo com toda força isso para você, faça uma analise dos seus atos, da sua vida e principalmente da motivação do seu coração. Pode ser que no final de alguma analise, você descubra que sua carne está mais viva em sua vida do que você imaginava. Ai, chega a parte principal desse post, quando a nossa carne quer fazer uma coisa que desagrade a Deus, temos que "esmurrar" nossa vontade carnal, e procurar sempre fazer a vontade do Pai, assim como disse o Apóstolo Paulo. Isso, creio já é de conhecimento de muitos. O motivo para isso tudo é que você não se perca em suas atividades de liderança, e após ter pregado para muitos, venha a ser reprovado. Isso é muito sério, é um zelo que você deve ter com sua vida espiritual, não queira cair nisso, de passar sua vida inteira falando de Jesus e no final você ser reprovado, porque não esmurrou sua carne o suficiente, ou seja, fez apenas a sua vontade.
Se seu desejo é ser aprovado pelo Senhor e desfrutar de tudo aquilo que ele nos promete, é extremamente necessário que você dê importância a isso, apesar de parecer apenas um detalhe, mas na verdade não é um detalhe, é uma coisa essencial para você. 
Então, não se perca nisso, não interessa o quando vai doer, esmurre sua carne, para que no final depois de pregar para muitos, você não venha a ser reprovado. 
Esse era o temor do Apóstolo Paulo, de ser reprovado depois de ele mesmo ter pregado para muitos. Isso é cuidado com você, isso é temor ao Senhor, que é o principio da sabedoria (Provérbios 9.10). Pratique isso em sua vida, para que no final você declare:

"Combati o bom combate, terminei a corrida, guardei a fé. Agora me está reservada a coroa da justiça, que o Senhor, justo Juiz, me dará naquele dia; e não somente a mim, mas também a todos os que amam a sua vinda. " 2 Timóteo 4. 7,8

Pense nisso...

Deus te abençoe,

Moniky Fialho

1 comentários:

  1. Felipe Henrique disse...:

    Simplesmente lindo o texto -'

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...